História

História
Os idealizadores da primeira Organização dos Servidores Municipais de São João da Boa Vista foram Renato dos Santos, Ricieri Muniz e Domingos F. Boaventura.
Até então era proibido o funcionário público ter um sindicato para representá-lo.
Renato dos Santos lê em um jornal que na cidade de Rio Claro (década de 1960) conseguiu-se realizar uma Associação de Servidores Municipais. Ele foi até aquela cidade e consegue trazer uma cópia do estatuto, o que torna realidade a Associação de Servidores Municipais de São João da Boa Vista.
Em 11 de Outubro de 1962 é fundada a Associação de Servidores Municipais em razão da falta de pagamento pela Prefeitura, originada por brigas políticas.
A atitude da criação da associação motiva alguns políticos a realizarem empréstimos para pagar os então funcionários para que eles voltassem ao trabalho.
As reuniões eram realizadas na sede da Escola de Comércio.

A construção do prédio próprio
A ideia de se ter um prédio próprio não foi dos Associados, mas sim do então Prefeito Municipal Miguel Nicolau, que teve a iniciativa de se montar um espaço, chamado Casa do Trabalhador e a organização e administração do prédio ficaria a cargo do primeiro Sindicato ou Organização de trabalhadores que surgisse. Dai a construção foi feita pelos próprios funcionários, que fizeram o seu primeiro pavimento.
Após eleição do Prefeito José Rui de Lima Azevedo, o mesmo ajudou muito na construção do prédio, que foi terminado na administração do Prefeito Otávio Bastos.

As dificuldades
As dificuldades para a criação da então Associação eram financeiras e políticas, porque era somente o funcionário que tinha suas obrigações e não recebia um bom salário.
Com a ditadura em alta nos meados de 1964, fazer oposição aos princípios políticos da época era considerado comunismo. Devido a isso, Renato dos Santos, o presidente da Associação recém criada, foi perseguido e preso.
A sede da Associação se transforma em cadeia com os poderes da ditadura de 64. Anos depois o Prefeito Otavio Bastos usa a sede para fundar a faculdade de direito “hoje com o nome de UNIFEOB”. A primeira sala de direito da instituição iniciou suas aulas nas dependências do prédio dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais.

Sindicato
Em 11 de setembro 1990 é eleita a Diretoria Provisória de acordo com D. O. de São Paulo.
Presidente: Antônio Carlos Amorim Godoy (Peco)
Vice–Presidente: Marco Antônio de Souza
Após a Constituição de 1988, a então Associação, que já era uma entidade de nome na cidade, se transforma em Sindicato para ter mais força.

Diretoria de 1991/1992
Presidente: Marco Antônio de Souza
Vice–Presidente: Mauricio Belisário
Marco Antônio de Souza (Marquinho) é funcionário da Prefeitura Municipal há mais de 35 anos e já passou por diversos mandatos à frente do Sindicato, trabalhando como diretor e presidente dessa entidade.
Neste mandato surge o Pimenta no Reino (hoje conhecido como informativo do Servidor).

Diretoria de 1993/1994
Presidente: Marco Rossi Mendes
Vice–Presidente: Mauricio Belisário
Neste mandato houve vários movimentos grevistas, com participação dos servidores nas escadas da Prefeitura reivindicando o aumento salarial, conseguindo o maior aumento da categoria até hoje. Neste período surge a logomarca do Sindicato.

Diretoria de 1995/1996
Presidente: Antônio Carlos Amorim Godoy (Peco)
Vice–Presidente: Luciem Donizeti Silva
Já no segundo mandato enfrentaram uma grande mobilizaçãoque se transformou em uma greve aproximadamente de 14 dias. Anterior a essa greve conseguiram também a reposição de perdas salariais.

Diretoria de 1997/1998
Presidente: Dirce Helena da Silva
Vice–Presidente: Helena Maria do Lago
A primeira mulher a ser presidente do Sindicato, enfrentou uma greve juntamente com os servidores e negociou a reestruturação, mantendo o premio assiduidade.

Diretoria de 1999/2000, 2001/2002, 2003/2005, 2006/2008
Presidente: Marco Antônio de Souza (Marquinho)
1999/2000 Vice–Presidente: Helena Maria do Lago
2001/2002 Vice–Presidente: Maurício Belisário
2003/2005 Vice–Presidente: Antônio Carlos Amorim Godoy (Peco)
2006/2008 Vice–Presidente: Antônio Carlos Amorim Godoy (Peco)
Entre esses períodos ajudaram a montar a Cooperativa e fundaram o Clube de Campo, que tem uma função de lazer e diversão.

Diretoria de 2009/2011
Presidente: João Henrique de Paula Consentino
Vice–Presidente: Mirtes dos Santos Batista
Elaboraram uma equipe onde se tinha diversas categorias dentro da mesma equipe.
Nesse período surge o site do Sindicato e a reformulação do informativo impresso.
Também por essa diretoria foram feitas as reformas do salão social e da sede do Sindicato, melhorando a estrutura para atender o servidor.